Episódio 16: Negra Bossa Nova

A bossa nova é mais negra do que você imagina. Na estreia da nova temporada, Alaíde Costa conta sua história: dos primeiros passos da bossa nova à parceria com Emicida, carregando sentimento em cada gravação. Um jeito íntimo de cantar que também guiou a carreira de Vanessa da Mata, que desde criança já sabia que cantaria para milhares.


Episódio 17: Brasileirões

A maior ginasta da História do Brasil literalmente sambou (ao som de “Brasileirinhos”) na cara de quem até hoje defende o mito racista de que negro só é bom em esportes de força e velocidade. A vitoriosa trajetória de Daiane dos Santos inspirou o talentoso Angelo Assumpção, hoje símbolo da luta contra o racismo no esporte.


Episódio 18: O maior escritor do Brasil

Com quantos anos você descobriu que Machado de Assis era negro? No terceiro episódio, a história do intelectual brasileiro mais brilhante do século XIX. E também de Cidinha da Silva, a premiada autora que, ainda criança, usava todo o vocabulário das obras de Machado para escrever “taciturno” com a mesma facilidade com que escrevia “triste”.


Episódio 19: O mar como palco de luta

Foi pelo mar que nossos antepassados foram trazidos. Mas foi também sobre as águas que Chico da Matilde (o Dragão do Mar) e João Cândido (o Almirante Negro) construíram suas lutas e fizeram revoluções. No quarto episódio, dois homens que lideraram movimentos para a libertação do povo preto: a abolição da escravatura no Ceará e a Revolta da Chibata.


Episódio 20: Terra de Cientistas

Entrou na faculdade de medicina aos 14 anos, formou-se com uma tese de repercussão mundial e combateu o racismo científico. Neste episódio, a história de Juliano Moreira, o genial médico que revolucionou a psiquiatria no Brasil. Negro e baiano, como a cientista Jaqueline Goes, biomédica que liderou o sequenciamento do genoma do novo coronavírus.


Episódio 21: A educação liberta

Filha de uma ex-escravizada, Antonieta de Barros se tornou professora, dona de escola e depois a primeira mulher eleita deputada em Santa Catarina, e a primeira mulher negra eleita deputada no Brasil. E lutou para que a educação fosse um direito de todos. Missão que também guiou Paulo Paim, o primeiro homem negro eleito senador pelo voto direto.


Episódio 22: Do outro lado do túnel

A dinâmica Casa Grande x Senzala permanece enraizada no Brasil: por exemplo, a formação das nossas cidades. Uma lógica contra a qual luta a arquiteta e urbanista Gabriela de Matos, e uma desigualdade que poderia ter sido evitada se tivessem colocado em prática as ideias de André Rebouças, o engenheiro e abolicionista.